Nota de esclarecimento sobre o reajuste da nova Convenção Coletiva da categoria

26 Oct 2017

Confira a resposta do Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais (Sinfito/PE) a respeito do reajuste salarial de 1,73% constado na Convenção Coletiva de Trabalho 2018/2019:

 


Estar no lugar de gestão nunca foi tarefa fácil pra ninguém. Quando decidimos ocupar este lugar, assumimos a responsabilidade que ele impõe e nos preparamos para as críticas que viriam. Relutei em responder a todas essas críticas que estão circulando nas redes sociais por achar que este movimento faz parte do direito democrático que cada um tem de expor suas opiniões. Mas faz parte do meu papel de gestor, esclarecer algumas coisas. Pois a impressão que tenho, é que muitas das críticas que estão circulando por aqui, estão partindo de pessoas que não fazem ideia do que estão falando.

 

Colegas que não tiveram a oportunidade de conhecer na academia as atribuições das nossas entidades de classe e que ao sair da faculdade, esqueceram de assumir o compromisso ético e moral de se apropriar dos preceitos éticos, morais e políticos de nossas profissões. Porque o bom fisioterapeuta e o bom terapeuta ocupacional, não é aquele que maneja com propriedade os métodos e técnicas de sua prática, mas é aquele que além da competência técnica, também tem o compromisso moral e ético com a evolução, dignidade e a valorização da sua profissão. Segue alguns esclarecimentos:


1) O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional é uma Autarquia Federal responsável pela fiscalização e normatização do exercício profissional. Logo, o seu papel de fiscalizador e educador tem sido cumprido com compromisso e responsabilidade pelos colegas que assumiram a gestão desta Entidade. Assuntos relativos a relações de trabalho, valorização profissional, ampliação e manutenção do mercado de trabalho, reajuste salarial, etc., são atribuições exclusivas do SINDICATO; Portanto seria de bom tom que as críticas fossem encaminhadas para o órgão competente, e os comentários deselegantes e antiéticos ao CREFITO fossem extintos. Não considero “baboseira” as ações que uma instituição faz para proteger a sociedade dos maus profissionais e garantir que a assistência prestada a população seja de qualidade;


2) “O sindicato é uma associação de pessoas que se unem para lutar por interesses comuns a todos”, logo o sindicato não é responsabilidade de dez pessoas que abdicam do seu tempo para assumir a gestão do mesmo. O sindicato somos todos e cada um de nós. No nosso caso deveríamos ser aproximadamente 8000, mas hoje nós restringimos a 224 profissionais associados(sindicalizados). Um sindicato forte é aquele que tem uma base forte. Não considero que 224 profissionais num universo de 8000 seja uma base com força para lutar por algum interesse.

 

Os dez colegas, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, trabalhadores como vocês, que assumiram este sindicato, e que hoje infelizmente se resumem a dois, são apenas os representantes dos anseios da categoria. Mas que anseios são estes? Na última assembleia realizada em Recife, compareceram apenas 6 profissionais. Será que o interesse de 6 colegas resumem o interesse de 8000? Mas onde estavam os outros 7994? PRECISAMOS ASSUMIR A RESPONSABILIDADE DA NOSSA AUSÊNCIA NOS ESPAÇOS LEGÍTIMOS DE DECISÃO;


3) Para os que questionaram a presença do Sinfito/PE nos interiores do Estado, eu lhes digo que as ações de interiorização do Sindicato aconteceram sim. Até 2015 disponibilizava-mos um membro do sindicato para fazer plantão em caruaru e atender aos colegas daquela região. Havia plantão que não aparecia um único profissional para o atendimento. Mas as despesas para deslocar este membro do sindicato eram assumidas por esta gestão. As assembleias para a CCT também eram descentralizadas. Haviam assembleias na região metropolitana, no agreste e no sertão. Sabe quantos profissionais compareceram à assembleia em Petrolina? 1(UM); Sabe quantos compareceram em Caruaru?  0 (zero) NENHUM. Alguns questionam sobre a falta de divulgação. E eu me pergunto: a mesma assessoria de comunicação que divulgou esta CCT, divulgou as assembleias, as parcerias, as ações do Sindicato, as campanhas, etc... Porque nossos colegas só conseguiram visualizar a postagem da CCT? Porque não postaram comentários de elogios as ações que o sindicato vem executando nos últimos quatro anos? É mais fácil criticar do que fazer elogios não é mesmo?


4) Para os que não tem conhecimento, a contribuição sindical obrigatória trata-se de um tributo Federal. Pagar essa contribuição é um dever de todo trabalhador e isto não faz de você sindicalizado.  Vale esclarecer também que o valor da contribuição sindical não é destinada na íntegra para o Sindicato. Apenas 60% deste valor vai para o Sinfito/PE. Ou seja, Um dia de trabalho para um piso de R$1.424,00 corresponde a R$ 47,46, dos quais R$28,48 são destinados aos cofres do Sindicato. Para os que acham que somos um sindicato rico, fica ai esta informação;


5) Por fim, devo esclarecer que a homologação da rescisão de contrato, para os que a consideram uma função meramente administrativa e sem valor, é muito importante. Pois é ela que garante que todos os seus direitos sejam pagos de forma legal e justa pelo empregador.


Diante de tudo isto, se servir de consolo, devo informar que com a reforma trabalhista, a partir de Novembro tudo vai mudar. Com o fim da contribuição sindical obrigatória, você que se queixa de pagar um dia de trabalho ao seu Sindicato, não vai mais se sentir ”roubado” por uma entidade que não faz nada por você. Logo, logo, nosso sindicato vai deixar de existir, pois não haverá mais recursos para pagar a assessoria jurídica e contábil, a assistente administrativa, nem tão pouco a assessoria de comunicação. Mas isto não faz a menor diferença para você que gosta de criticar. Você pode negociar diretamente com o seu patrão, não precisa mais de CCT. Quem sabe você não consegue SOZINHO, convencer o seu patrão que você merece um salário mais digno? Também não vai mais precisar do sindicato pra fazer uma “porcaria” de homologação da sua rescisão de contrato.

 

Se você tiver alguma dúvida sobre o pagamento correto de seus proventos, você pode pagar um contador e constituir um advogado particular para garantir que seus direitos sejam pagos.


No mais, no próximo dia 16 de novembro de 2017 haverá eleição para o biênio 2018/2019 e o prazo para inscrição de chapas vai até 03 de novembro. Assim como Drº Flávio falou num post na página do Facebook do Sinfito/PE : CHEGOU A HORA DOS INSATISFEITOS MUDAREM ESTE CENÁRIO. QUEM SE HABILITA???    

 

Dra. Amanda Belo, Diretora de Finanças do Sinfito/PE.

 

Leia também

 

--> Publicado o edital para candidaturas de chapas para nova gestão do Sinfito/PE

 

 

 

Please reload

Em Destaque

SINFITO/PE fecha parceira com a FGV

16 Sep 2019

1/10
Please reload

Recent Posts

23 Jul 2019

Please reload

Sinfito/PE | Entre em contato: +55 81 3081.5029

Copyright 2014. Todos os direitos reservados.

CNPJ: 10.580.389/0001-45